Com as casas cada vez menores, em algumas ocasiões não resta outra alternativa a não ser fazer que os irmãos compartilhem o mesmo quarto, mesmo que não sejam do mesmo sexo.

Afinal, nem todo mundo pode se dar ao luxo de ter um quarto para cada filho e normalmente os irmãos são acostumados a dividir esse ambiente, para o bem e para mal: descansar, brincar, estudar, ler, tramar a arte que farão…

Porém, é interessante quando os pais se preocupam em imprimir a identidade dos filhos no ambiente e garantir que cada um tenha o seu próprio espaço, mesmo quando ele é compartilhado, o que definitivamente nem sempre é uma tarefa fácil.

Pra começar, uma dica interessante é trabalhar com bases neutras, cores discretas para as paredes e para o piso, no que diz respeito ao mobiliário pode-se manter a neutralidade (branco, preto, cinza ou madeira crua) ou optar por cores fortes (a menina escolhe vermelho, o menino azul, por exemplo).

No caso das cores fortes, elas mesmas podem dar a personalidade que cada um precisa para o seu espaço. No caso das cores neutras, detalhes e acessórios vivos podem dar o tom: colchas, almofadas, quadros etc.

Sabemos que há muitas situações diferentes que necessitam de “soluções” diferentes; pois o que fazer quando há um bebê e uma criança maiorzinha, quando os dois tem idades próximas e são grandinhos ou quando as faixas etárias são completamente diferentes (um adolescente e o outro ainda uma criança)?

Cada caso a seu tempo demanda um tipo de solução.

Bem verdade que os dois últimos citados as soluções são praticamente similares (tendo uma variável diferente no último caso: a privacidade e separação entre os ambientes acaba sendo um ponto forte nesse caso, mais que nos outros) em relação ao primeiro que necessita que você ouça a criança maior e crie um ambiente para ela (nem que seja só na cor das paredes em torno da cama), mantenha separados seus brinquedos e roupas.

Se possível, faça uma divisória (biombo, estante ou cortina) entre os espaços das 2 crianças. Caso a maior já puder ficar em uma cama suspensa, não descarte a possibilidade de usar um beliche com um berço na parte inferior, mas neste caso, o pé direito do ambiente tem que ser alto.

Confira 09 exemplos de dormitórios com zonas separadas, aplicáveis a irmãos e irmãs com idades próximas ou diferentes!

Independente da fase de vida de cada um, o quarto é sem sombra de dúvidas um dos ambientes mais pessoais de nossa casa e justamente por esse motivo, decorar um dormitório compartilhado por uma menina e um menino é um grande desafio! Aqui o lado de cada ficou muito bem delimitado pelo uso das letras iniciais de cada um, e suas cores favoritas na roupa de cama. O detalhe fica por conta da estante e das poltronas utilizadas como divisórias. Um charme!

É preciso ter em conta as necessidades de privacidade, sobretudo quando eles chegam à adolescência. O bom e velho beliche pode ser uma opção prática para tal. Você pode delimitar o espaço de cada um visualmente, novamente com as suas cores favoritas.

Quanto maior seja o cômodo, mais fácil será separar por ambientes, porque assim poderemos separar visualmente e organizar melhor os objetos de cada um dos filhos.

Esse quarto é o exemplo perfeito de como separar ambientes sem que ninguém perca sua intimidade. Há uma meia parede dividindo as camas e um vestiário com cortinas. Bem verdade que o local foi devidamente agraciado com generosas proporções, mas não é incrível a decoração desse ambiente?

De novo: separe por cores. A maioria dos dormitórios com ambientes separados, utilizam o rosa para a menina e o azul para o menino, mas não é uma regra, não precisa utilizá-los obrigatoriamente. Você pode substituir pelas cores favoritas deles, as cores do time favorito, da banda favorita, com a temática dos seus personagens preferidos, etc.

Para aqueles que dispõe de um ambiente menor, um simples móvel pode servir de divisória: uma estante, cômoda, sapateira, etc.

Se o dormitório conta com pilares e colunas aproveite-os ao máximo, inclusive você pode aproveitar como uma estante para guardarem seus brinquedos e livros favoritos.

A boa e velha cortina também continua valendo, para quem não pode fazer grandes mudanças no ambiente.

De novo você pode criar uma meia parede divertida e utilizá-la como separação, você pode optar por colocar papéis de parede de diferentes cores e temáticas em cada um, decorar com as iniciais, o nome, etc. A imaginação é o limite!

Acima de tudo, procure respeitar a individualidade e a privacidade de cada um! Esperamos que tenham gostado das dicas e se inspirado com as imagens!

(fontes: simples decoração, casa linda, pisos)

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *